Podem ouvir e recordar...

Podem ouvir e recordar...
Foi lido lá em Portugal!

Mais um texto daqui, foi lido lá na RÁDIO SIM,de Portugal

Ouçam AQUI

Vejam no Coisinhas da chica!

Vejam no Coisinhas da chica!
Basta clicar!

Lá no chica escreve tem...

Lá no chica escreve tem...
Basta clicar!

♥Zé barqueiro... ♥






Zé barqueiro pelas águas
navegando de mansinho

vem o vento, chega a noite
chuva castiga, como açoite...

joga o barco o mar agitado
para a frente e para o lado

pára o vento, o dia já nasce
aves voam bem tranquilas

barco na beira da praia jogado
só o Zé barqueiro não é achado!

Chega rápido do barco o dono
preocupado com só o estrago:

_Zé barqueiro é um fraco
não soube trazer meu pescado!

Para o lado, nem se digna a olhar
nem, vê que há ali alguém que sofre

a família do Zé ainda a esperar
aguarda que lhe traga de volta o mar!
chica


ImagemDAQUI
 

12 comentários:

  1. Olá Chica,

    Um poema belo e triste!
    Mas infelizmente é mesmo assim a vida.

    Abraço grande

    ResponderExcluir
  2. Chica,que triste essa poesia,mas a realidade é assim,muitas vezes!Ficou linda!bjs,

    ResponderExcluir
  3. Tem-se inspirado muito por aí! Um poema belíssimo, uma história triste mas muitas vezes real! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Chica!
    Um belo poema, mas o tema é triste e verdadeiro. A vida no mar é hoje não é amanhã e odos os dias as esposas vivem esta incerteza.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Inspiração por aí é que não falta... Zé barqueiro, que lindo!!

    bjs com carinho pra todos!!

    ResponderExcluir
  6. Belo e triste poema.

    O retrato de tanta vida!

    beijos.

    ResponderExcluir
  7. Lindo vida a de barqueiro, pelo menos na sua poesia.
    Postarei um selo da amizade pelas 14h, queres ir buscá-lo?
    Obrigado.
    beijinhos de Portugal

    ResponderExcluir

  8. É um fraco num mar imenso
    que por vezes não tem piedade.


    E eu estou esperando por você
    no mar portugês,
    há muito tempo...

    Maria luísa

    ResponderExcluir
  9. Oi, Chica. Penso que o relato do seu poema deve ser uma situação comum, a preocupação com o material em vez da preocupação com o ser humano. Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, Chica. Que triste história, tão realística!
    Os interesses financeiros, o lucro, vem na frente da vida humana que na maiorias dos casos é tratada com descaso.
    Linda a sua poesia.

    Duas coisas a te dizer: Quero agradecer o seu comentário no Recanto dos Autores, que vi somente ontem, mas comentei e fiquei muito feliz.

    Dizer também, que mesmo de férias você não abandona os blogs e seus amigos! Lindo exemplo!
    Espero que esteja se divertindo em família!
    Beijos na alma, e fique na paz!

    ResponderExcluir
  11. Lindo poema. Lindo também o mar, traiçoeiro porém... Gosto muito de te ler.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Obrigado por vir me ver aqui também...