♥ Balanços e a nostalgia... ♥


Balanços  me atraem
me fazem voar no tempo

Lembro quantos" kip,kap, kip, kape" faziamos
enquanto as  velhas correntes  rangiam


Crianças, no verão roupas coloridas sentadas
no inverno, também ali, mas sempre enroupadas

Difícil para elas até de se mexer
mas o frio , não podiamos lhes deixar bater

Iam e vinham.
 para o alto e para baixo

enquanto voavam no ar
 nós nunca a imaginar

que aquele tempo tão rápido ia passar
e os balanços, vazios iriam estar...

Hoje, passamos pelos velhos balanços

não são as correntes que rangem,
são nossos olhos que choram!


chica


18 comentários:

  1. Adorava balançar. Esticava as perninhas e encolhia depois para ir cada vez mais alto. Vontade de balançar e levar as pequenas para ir e vir. Boa ideia, amiga. Bom início de semana :)

    ResponderExcluir
  2. BOA IDEIA ESCREVER SOBRE OS BALOIÇOS!!!

    EU FIZ UM PARA OS MEUS NETOS,,,,,NA MINHA CASINHA DA PROVÍNCIA, NÃO COLOQUEI NUMA ÁRVORE, COLOQUEI NAS TRAVES DUM ALPENDRE, É VÊ-LOS FELIZES A BALANÇAR, QUANDO VÃO LÁ PASSAR O DIA COMIGO!!!

    1 BEIJINHO LÍDIA

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Chica. Lindo poema. Adorava andar de balanço, uma sensação de liberdade muito boa, ao mesmo tempo um friozinho na barriga.
    Realmente, o tempo passa depressa demais e hoje não vemos mais crianças como antes nos balanços, nos poucos existentes, pois as brincadeiras saudáveis deixaram de existir na sua simplicidade.
    Dá saudade mesmo!
    Beijos na alma e uma semana de paz pra você!

    ResponderExcluir
  4. Saudades...
    E a diversão continua a ser garantida no...balouço.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  5. Oi Chica, tudo bem?

    Lindas recordações.

    Belo poema Chica!!

    ResponderExcluir
  6. Chica,que poesia mais linda! E como dá saudade desses balanços!bjs,

    ResponderExcluir
  7. Que delícia era o meu balanço! Correntes, um pneu velho cortado ao meio pelo meu pai, dependurado em uma parreira... em que eu voava em sonhos, fantasias e cantigas!
    Que bela recordação, Chica!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  8. Oi Chica, que delicia de lembrança vc me trouxe, cantando e sonhando a balançar.
    Bjks e otima semana.

    ResponderExcluir
  9. Que maravilha, Chica!

    Sentei-me e balancei...em sonhos voei envolvida em doces recordações e me emocionei!

    Belíssima foto.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  10. Belo resgate das lembranças minha amiga.
    Voce fez um lindo mergulho Chica.
    Então vamos balançar nesta linda viagem.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Chicaaa

    Não posso ver um balanço até hj, que quero sentar rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  12. OI CHICA!
    COMO É BOM TER UMA AMIGA COM TANTAS CASAS, ASSIM, CADA VEZ QUE VENHO, TENHO UMA DIFERENTE PARA TE ENCONTRAR.
    SAUDOSO TEU TEXTO, MAS, DAQUELA SAUDADE BOA QUE NOS ENLEVA Á ALMA...
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Como é bom ler você querida Chica, sempre reflito com você,
    grande beijo em seu coração.

    ResponderExcluir
  14. Balanços e a nostalgia
    Brincadeiras de criança
    Abalançar com alegria
    No caminho da esperança.

    Amiga Chica, não balança
    Agora ser outra a sua brincadeira
    Muito bem ela dança
    Quando não está sentada na cadeira!

    Obrigado pela visita
    Tua generosidade agradeço
    A dizê-lo estou acredita
    Personalidade te reconheço!

    Boa quinta-feira e um abraço,
    para você.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  15. Joaninha querida sabes que faz tempo que não vejo balanços,onde foi parar a infancia? :( bjos

    ResponderExcluir
  16. Me lembro quando eu era criança, só vivia na praça para me balançar muito legal recordar. Chica tem post novo lá na estrela da manhã vem conferir, segue o link abaixo, beijos.
    Lá no blog lucimar Estrela da Manhã tem post novo se quiser dá uma conferida segue o link abaixo, fique com Deus beijos.

    http://lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/2013/04/sucos-bom-para-saude.html

    ResponderExcluir
  17. Que lembrança saudosa mais deliciosa! E o tempo passa tão rápido! Parece que foi ontem que eu e minha turma do começo da década de sessenta, balançávamos-nos nas gangorras penduradas nas árvores.Como era bom!
    Beleza de poesia.
    Abração.

    ResponderExcluir

Obrigado por vir me ver aqui também...