Vejam no Coisinhas da chica!

Vejam no Coisinhas da chica!
Basta clicar!

Lá no chica escreve tem...

Lá no chica escreve tem...
Basta clicar!

♥Na cadeira... ♥



Na palha estragada
memória bem viva
do assento da amada

Uma flor cada dia
com muita alegria
ali é sempre deixada

Parece assim
haver a presença
não haver o fim

Exala a cadeira
agora o perfume
que dela,ficou em mim.

Imagem DAQUI

16 comentários:

  1. Saudade e ternura neste magnífico poema.

    Os meus sinceros parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Chica, feliz dia da poesia que é todo dia! Porque em qualquer momento vivemos a poesia!
    Bjs
    Amara

    ResponderExcluir
  3. ✿⊱°•

    Cadeira de saudade!
    °º。♪♫Bom fim de semana!°。♪♬
    Beijinhos✿♫° ·.
    Brasil⊱°•

    ResponderExcluir
  4. E quem diz que você não faz poesias?
    Linda amiga Chica,adorei!
    bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. Pessoas que deixam seu perfume na gente são pessoas especiais. Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Que triste e lindo amiga Chica... Mas nostalgias são assim, cobertas de ternura e beleza!

    Um beijo grande e feliz sábado!

    ResponderExcluir
  7. O perfume permanece dos que nos são gratos. Amei o poema!
    Abração.

    ResponderExcluir
  8. Oi Chica! Como está?
    As lembranças são substituídas por flores e ela estabelecem uma ponte, exalando o seu perfume. Momento mágico e restabelecedor!
    Obrigado pelo seu sempre carinho!
    Tenha bons dias!

    ResponderExcluir
  9. Mesmo uma simples cadeira pode conter lembranças. Ficou maravilhosa sua poesia! bjs,

    ResponderExcluir
  10. Que beleza Chica, o que fica na gente, de coisas e pessoas e lugares, que aguçam os nossos sentidos numa busca desesperada de reviver.
    Muito lindo e inspirador amiga.

    ResponderExcluir
  11. Que lindo Chica!
    Suaves lembranças, doces saudades, como você me falou.
    Que coincidência, vim exatamente no Blog, que você fala de saudades, nas entrelinhas, lindo demais, adorei!
    Beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  12. Objetos guardam lembranças, e na alma do poeta, se transformam em lindas poesias. Como essa que vc belamente escreveu, Chica. Um bom dia desejo a vc.

    ResponderExcluir
  13. Chica uma poesia linda e comovente, a saudade sempre presente, que ele tenta sufocar deixando a flor, lindo demais, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  14. Que bela forma de falar da saudade, Chica! Uma cadeira comumente usada por alguém faz com que se veja nela, mesmo na ausência, a pessoa querida. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Olá, querida Chica
    Um dia, a minha cadeira vai dizer isso ao mundo também...
    Bjm fraterno e quaresmal

    ResponderExcluir

Obrigado por vir me ver aqui também...